Assessoria

Saiba mais sobre nossos Serviços
e como podemos ajudar nas 
necessidades das entidades religiosas

Nossos serviços se implicam em:

Contabilidade

Execução e elaboração de controles e relatórios patrimoniais e contábeis de acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade e CTN. 

Departamento Pessoal de Organizações Religiosas

Execução e elaboração das rotinas trabalhistas e obrigações acessórias sobre o Departamento Pessoal e Folha de Pagamento de Organizações Religiosas. 

Consultoria e Assessoria Tributária quanto a renda pastoral

Apoio consultivo ou assessorativo da renda pastoral, com busca de oportunidades e economia tributária. 

Estruturação e ordenação documental e burocrática

Treinamento e acompanhamento da estruturação documental e controle burocrático para organizações religiosas.

Estruturação Financeira e implantação de setor financeiro e tesouraria

Implantação, Treinamento e Controle da Tesouraria e Financeiro de Organizações Religiosas 

Mapeamento e reestruturação de Processos

Implantação de Sistema de Gestão Financeira e de Tesouraria por Processos.

Acompanhamento e Assessoria Jurídica a Igrejas

Parceria com empresa do ramo jurídico, especializado em direito eclesiástico. 

Auditoria Operacional e Financeira em Organizações Religiosas

Realização de Auditoria Operacional e Financeiras em Organização Religiosa, com vistas a apuração ou prevenção de fraudes e equívocos fiscais. 

Diagnóstico Fiscal e Administrativo de Organizações do Terceiro Setor

Análise e avaliação de Risco Fiscal, Operacional e Administrativo em Organizações do Setor em geral.

Qual a importância de uma assessoria para as igrejas?

Entenda:

O ambiente fiscal e de controle está cada vez mais intenso e automatizado. Diversos cruzamentos são feitos diariamente pelos entes fiscais de forma que se garanta baixa margem de erro nas apurações de infrações. As igrejas, pela cultura predominante no nosso país, sempre estiveram a margem da boa gestão e dos princípios normalmente aceitos para garantir qualidade e transparência no controle patrimonial.

Proteja-se:

A isso alia-se o fato de que por ser terceiro setor  maioria das congregações religiosas contratam entre seus fieis alguém que possa fazer os registros patrimoniais e fiscais, profissionais que em 86% das vezes não devem especialização ou mesmo experiência com o terceiro setor e as igrejas.
Esses fatores são os principais motivos de penalização de igrejas, desqualificações como entidades imunes e multas para os pastores e presbíteros de igrejas.

Entre em contato!